Logotipo Winsig

Regime Geral de Proteção de Denunciantes

2022-06-17

A Lei n.º93/2021 estabelece o regime geral de proteção de denunciantes de infrações, transpondo a Diretiva (UE) 2019/1937 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 23 de outubro de 2019, relativa à proteção das pessoas que denunciam violações do direito da União e cujo início de produção de efeitos ocorrerá no dia 18 de junho de 2022.

Esta lei impõe a implementação de canais de denúncia para as empresas, para o Estado e para as pessoas coletivas de direito público com mais de 50 trabalhadores. Estas entidades terão os próximos seis meses para preparar as suas estruturas para que estas denúncias possam ser realizadas com confidencialidade e com a certeza de que serão tratadas convenientemente e de acordo com a lei em vigor.

Para responder a esta diretiva, a PHC desenvolveu o módulo PHC CS Denúncias Web que estará disponível para as versões Advanced e Enterprise. Entre os dias 14 de junho e 26 de julho, as empresas que adquiram este novo módulo, usufruirão de 30% de desconto.

 

1 Regime Geral De Protecao De Denunciantes Winsig

 

Quem pode denunciar ou divulgar publicamente uma infração com fundamento e nas informações no âmbito da sua atividade profissional?

  • Trabalhadores do setor público, privado ou social;
  • Prestadores de serviços, contratantes, subcontratantes e fornecedores, bem como quaisquer pessoas que atuem sob a sua supervisão e direção;
  • Titulares de participações sociais, bem como as pessoas pertencentes a órgãos de gestão e de administração ou a órgãos fiscais de supervisão de pessoas coletivas, incluindo membros não executivos;
  • Voluntários e estagiários, remunerados ou não remunerados.

 

Quais são os meios de denúncia?

Este diploma prevê o meio de denúncia interna e o meio de denúncia externa e poder-se-ão fazer por escrito, verbalmente ou de ambas as formas. O denunciante deve ser notificado, no prazo de sete dias, da receção da denúncia não podendo as investigações internas das empresas durarem mais de três meses. Deve comunicar-se ao denunciante as medias adotadas num inquérito interno.

 

Caraterísticas dos meios de denúncia internos:

  • Garantir a apresentação e o seguimento seguros de denúncias, a fim de garantir a exaustividade, integridade e conservação da denúncia;
  • Assegurar a confidencialidade da identidade ou o anonimato dos denunciantes e a confidencialidade da identidade de terceiros mencionados na denúncia;
  • Impedir o acesso a pessoas não autorizadas.

 

Caraterísticas dos meios de denúncia externos:

  • Não exista canal de denúncia interna;
  • Tenha motivos razoáveis para crer que a infração não pode ser eficazmente conhecida ou resolvida a nível interno ou que existe risco de retaliação;
  • Tenha inicialmente apresentado uma denúncia interna sem que lhe tenham sido comunicadas as medidas previstas ou adotadas na sequência da denúncia nos prazos previstos na presente lei.

 

O âmbito material de aplicação da nova Lei compreende, entre outros, domínios tão variados como os da contratação pública, prevenção do branqueamento de capitais e do financiamento do terrorismo, proteção do ambiente ou da saúde pública.

 

Infrações abrangidas por este diploma

Regime Geral De Protecao De Denunciantes Winsig

 

Quais são as medidas de proteção do denunciante?

A Lei proíbe a prática de atos de retaliação contra o denunciante, definidos como qualquer ato ou omissão que, direta ou indiretamente, prejudique o denunciante, de modo injustificado, no contexto profissional e motivado pela apresentação da denúncia interna, da denúncia externa.

Estes atos presumem-se motivados pela denúncia, quando praticados até dois anos após a apresentação da denúncia ou da divulgação pública da infração.

 

Direitos dos e proteção do denunciante:

  • Os denunciantes têm direito, nos termos gerais, a proteção jurídica.
  • Podem beneficiar de medidas para proteção de testemunhas em processo penal.
    Assim, as autoridades competentes prestam o auxílio e colaboração necessários a outras autoridades para efeitos de garantir a proteção do denunciante contra atos de retaliação, inclusivamente através de certificação de que o denunciante é reconhecido como tal ao abrigo desta lei, sempre que este o solicite.
  • A Direção-Geral da Política de Justiça disponibiliza informação sobre a proteção dos denunciantes no Portal da Justiça, sem prejuízo dos mecanismos próprios do acesso ao direito e aos tribunais.

 

Data a da entrada em vigor: 18 de junho de 2022.

A denúncia ou divulgação pública pode ter por objeto infrações cometidas, que estejam a ser cometidas ou cujo cometimento se possa razoavelmente prever, bem como tentativas de ocultação de tais infrações.

Em tudo o que não esteja previsto na nova lei, em matéria contraordenacional, aplica-se o regime geral do ilícito de mera ordenação social.

Ana Lopes

Ana Miguel Lopes

Corporate journalist

VER BIOGRAFIA >

Artigos Relacionados

Tendências e Opinião

4 formas de melhorar a produtividade do seu negócio

2024-06-12

A produtividade é uma das principais preocupações de qualquer gestor: há que conseguir medi-la, há que reunir as condições para aumentá-la e há que medi-la novamente. Um ciclo que se repete de forma contínua em...

Soluções PHC

Saiba como alcançar uma liderança e gestão eficientes com o Software PHC

2024-05-10

As empresas, de um modo geral, procuram atingir a excelência e o sucesso; logo, a importância da liderança e gestão nunca foi tão primordial como agora. No contexto atual dos negócios, utilizar um software que permita uma gestão...

Tendências e Opinião

Integração Infraspeak x Winsig: Como Funciona?

2024-04-22

Enquanto parceira da Infraspeak, a Winsig passou a oferecer aos seus clientes um nível nunca experimentado de controlo sobre as operações de facility management e manutenção. Descubra como as elevadas capacidades da Infraspeak — uma Plataforma...

Tendências e Opinião

Portugal 2030: saiba quais as candidaturas que vão abrir em breve

2024-04-19

No âmbito do programa Portugal 2030, existem candidaturas a programas que apoiam os modelos de negócio para a transição digital; as operações de natureza inovadora; a qualificação e internacionalização das PMEs e a...

Casos de Sucesso

Enforce: Evolução da diversidade energética

2024-04-12

A visão pioneira de João Nuno Serra levou-o a fundar, em 2001, a Enforce que começou por se dedicar a realizar projetos de engenharia. Atualmente desenvolvem projetos que vão desde a engenharia de infraestruturas elétricas e de...

Precisa de mais informações?

Portugal 2020