PHC Maior Parceiro 2016
PME Excelência 2016
Melhores empresas para trabalhar 2016
Rede PME Inovação
Indústria / SIG Painel de Produção

Add-on desenvolvido pela Winsig para o software PHC que automatiza a 

recolha de informação sobre novas produções, produções em curso ou 

retrabalho de acordo com a tarefa a desenvolver. A aplicação está 

desenvolvida para que seja introduzido, por leitura ótica, o código de 

barras do artigo em causa.



Principais Funcionalidades

• Reduzir tempo de operações.
• Diminuir erros nos registos.
• Controlar de forma mais precisa os Stocks.
• Facilitar a correção dos stocks.

Principais Vantagens

• Responde às necessidades das empresas Industriais, recorrendo ao software de gestão PHC.
• Solução robusta e escalável, suportada por base de dados Microsoft SQL SERVER.
• Solução flexível, que permite adaptações a realidades distintas, não perdendo o cliente a possibilidade de continuar a beneficiar das novas versões do software PHC.


Como Funciona

• Ecrã para automatizar a recolha de informação sobre novas produções, produções em curso ou retrabalho de acordo com a tarefa a desenvolver.

• Todas as produções realizadas são baseadas na B.O.M. (Bill of Materials) respetiva e é possível observar as máquinas associadas.

• As operações que são realizadas no artigo estão tipificadas por grupos de operações.

• Para cada máquina é possível indicar os artigos que poderá produzir (restringindo o Centro de Trabalho), bem como fazer a gestão dos tempos de paragem.

• Finalizada cada operação de produção, segue um ecrã de informação sobre o envio para a próxima operação a realizar.



Nova Produção

A aplicação está desenvolvida para que seja introduzido, por leitura ótica, o código de barras do artigo em causa. Esta nova operação implica a entrada em stock com consumo de matérias-primas.

1. Identificação da máquina onde a operação se vai desenvolver.

2. Carregamento de quantidades fabricadas conformes, não conformes e sucata.




Produção em Curso

Quando um artigo inicia uma segunda operação, ou seguintes, é esta a opção a selecionar que desencadeia um procedimento adequado.

1. É disponibilizado ao operador o tipo de operações que ele está autorizado a efetuar para o artigo em causa.

2. Carregamento das quantidades produzidas conformes, não conformes e sucata da operação em curso. Estas unidades produzidas vão do armazém desse setor da fábrica para o da produção seguinte, imputando o custo referente a essa operação adicional.







Retrabalho


Sempre que no controlo de qualidade é indicado que devem ser realizadas operações adicionais, o artigo segue para retrabalho. Este retrabalho vai passar a ter um lote sequencial definido que o identifica.

1. Ecrã de definição do código de barras do lote. Esse código será a ligação na produção através do painel shop-floor.


2.
 Com o lote introduzido, o software sabe instantaneamente que artigo será retrabalhado, quais as operações a serem efetuadas e qual a ordem, havendo necessidade, para efeitos de custeio.

3. Carregamento do tempo de trabalho na respetiva operação.

4. Sendo finalizada a operação, o artigo retrabalhado será transferido para outro setor fabril.

Veja alguns Casos de sucesso relacionados